segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

AS TETRADS DE 2014 E 2015, OS JUDEUS E ISRAEL.

 

"Aparecerão sinais no sol, na lua e nas estrelas..." (Lucas 21:25)


Este é um assunto potencialmente polêmico, contudo deveras interessante e merecedor da reflexão e análise da parte de todos aqueles que levam a sério as profecias bíblicas relacionadas com Israel como nação, e os judeus como povo eleito de Deus.
Várias pessoas amigas me pediram para que eu postasse o estudo sobre este assunto, ao que alegremente acedo, pedindo no entanto que o mesmo seja lido e estudado, não em forma de dogma ou afirmação de um absoluto bíblico, mas simplesmente como algo de incontestável interesse e fundamento histórico, que deverá servir unicamente para meditação, reflexão e, mais do que qualquer outra coisa, preparação para os tempos atribulados que velozmente se aproximam deste mundo.
Estas análises serão assim mais um "sinal" de alerta, uma orientação para todos quantos anseiam pela vinda do Reino e do Messias Jesus!

OS ASTROS COMO SINAIS

Desde o início da Criação que o Livro das Origens (Génesis) nos

informa que Deus, o Criador, colocou as estrelas e os astros nos céus como"sinais" - Génesis 1:14.
"Disse Deus: haja luminares na expansão dos céus...e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos."
Neste sentido, "sinais" podem servir como pontos de orientação, mas também como "alertas" indicadores de eventos significativos.


TRÊS GRANDES EVENTOS ANUNCIADOS NOS CÉUS
Os maiores eventos da humanidade são aqueles em que Deus Se manifesta de forma visível, para que todos testemunhem do Seu poder e amor.

Assim foi no anúncio da encarnação do Messias - o Filho de Deus - em Belém da Judéia. Os magos que vieram da Babilônia para adorar o Messias encetaram essa longa e arriscada viagem porque tinham visto o"sinal" nos céus: "...porque vimos a Sua estrela no oriente, e viemos a adorá-l'O...vendo eles a estrela, regozijaram-se muito com grande alegria." (Mateus 2:2 e 10).

O segundo grande evento assinalado nos céus, foi a própria morte do Filho de Deus no madeiro. Diz o relato bíblico que durante 3 horas houve um grande eclipse que provocou escuridão no local: "Desde o meio dia até às três horas da tarde, toda a Terra esteve envolta em escuridão." (Mateus 27:45). Clara descrição de um eclipse.
O terceiro grande evento, ainda num futuro que esperamos seja próximo, acontecerá logo antes da vinda gloriosa do Messias, o Filho de Deus ressurreto: "O sol escurecerá, a lua não mais brilhará, as estrelas

LUA VERMELHA SOBRE JERUSALÉM

cairão do céu, e os poderes celestes serão abalados. Então o sinal do Filho do Homem aparecerá no céu..." (Mateus 24:30, 31).
Há então uma base bíblica para prestarmos atenção a estes sinais cósmicos? Claro que sim! A encarnação, a morte expiatória do Messias, e a Sua vinda gloriosa para reinar na terra são a prova disso. Ora é nessa base que a nossa atenção foi despertada pelos estudos de alguns homens de Deus, e que nós próprios também pesquisamos  e desenvolvemos com muita atenção e cuidado, na expectativa de algo de transcendente que poderá em breve vir a acontecer, e para o que queremos estar preparados e avisados, não descurando também a partilha desta informação a todos quantos se interessam, se preparam e aguardam ansiosamente a vinda do Rei, o Messias Jesus!
Falemos então das "tetrads"...

O QUE SÃO ENTÃO AS TETRADS?

Uma tetrad é a ocorrência de quatro eclipses totais consecutivos da lua (definição da NASA).

Sempre que há uma coincidência - muito rara - das chamadas"luas vermelhas"(tetrads) com o período das Festas de Israel, dão-se acontecimentos dramáticos com o povo e a nação de Israel . A História tem comprovado que essas coincidências de luas vermelhas com as festas judaicas trazem desgraça para Israel e para o povo judeu, mas consequentemente uma grande vitória. Podemos então adiantar que as tetrads são sinais indicadores para Israel? Claro que sim!

Alguns exemplos:

Desde o ano 1 d.C. são conhecidas 7 tetrads que ocorrem no início da celebração da Festa bíblica da Páscoa e da Festa dos Tabernáculos. Os anos em que ocorreram estas tetrads são:

162-163

795-796

842-843

860-861

1493-1494

1949-1950

1967-1968

AS 3 TETRADS ASSOCIADAS A CONHECIDOS EVENTOS IMPORTANTES PARA O POVO JUDEU:

1492 - tetrads - expulsão dos judeus de Espanha.


1949-50 - tetrads - Dois eclipses lunares totais, sendo o primeiro na Festa da Páscoa (13 de Abril) e o segundo no dia da Festa dos Tabernáculos (7 de Outubro de 1950) em pleno início do estado moderno de Israel e durante a Guerra da Independência, que se estendeu por um ano. Em 1950, o primeiro eclipse deu-se no dia 2 de Abril, em plena Festa da Páscoa, e o segundo ocorreu em 26 de Setembro, na Festa dos Tabernáculos.


1967 - tetrads - Primeiro eclipse deu-se no primeiro dia da Festa da Pascoa (24 de Abril) , o segundo eclipse ocorreu no primeiro dia da Festa dos Tabernáculos (18 de Outubro de 1967) após a Guerra dos Seis Dias e consequente vitória de Israel e reconquista de Jerusalém. Em 1968, o primeiro eclipse da lua deu-se no dia 13 de Abril, na Páscoa, e o segundo ocorreu a 6 de Outubro, na Festa dos Tabernáculos.

AS TETRADS DE 2014 E 2015

A grande preocupação dos pesquisadores bíblicos e não só tem a ver com a estranha coincidência de 4 tetrads em 2014 e 2015 exatamente no início das festas judaicas da Páscoa e dos Tabernáculos!

Nas palavras do reconhecido pastor John Hagee, "isto é algo para além de coincidência."

Estes próximos 4 eclipses da lua serão raríssimos, uma vez que entre os séculos 22 e 25 não se dará mais nenhum destes eventos astronômicos! Portanto,durante os próximos 500 anos não se assistirá a mais nenhum destes fenômenos...

Mas, para além dos 4 eclipses da lua coincidindo com o início das Festas judaicas, teremos também 2 eclipses totais do sol no início do ano judaico (o bíblico e o religioso)!

ECLIPSE TOTAL DO SOL EM 2014 - 20 de Março, que é o primeiro dia do antigo calendário bíblico (1º dia do mês de Abib, ou Nisan)

PRIMEIRA TETRAD DE 2014 - 1º ECLIPSE TOTAL DA LUA - 15 de Abril de 2014, que será o primeiro dia da Festa da Páscoa judaica.

SEGUNDA TETRAD DE 2014 - 2º ECLIPSE TOTAL DA LUA - 8 de Outubro, que será o primeiro dia da celebração da Festa judaica dos Tabernáculos.

PRIMEIRA TETRAD DE 2015 - 1º ECLIPSE TOTAL DA LUA - 4 de Abril, que será o primeiro dia da celebração da Páscoa judaica.


ECLIPSE TOTAL DO SOL EM 2015 - 13 de Setembro, que será o primeiro dia do novo ano judaico.


SEGUNDA TETRAD DE 2015 - 2º ECLIPSE TOTAL DA LUA - 28 de Setembro, que será o primeiro dia da celebração da Festa dos Tabernáculos.

Segundo os gráficos da agência espacial norte-americana NASA, só este eclipse total da lua é que poderá ser visto em Israel. Mas será um dos mais longos eclipses alguma vez observados.Iniciar-se-à logo depois da meia-noite do dia 28 de Setembro e durará até às 04H48 (hora de Israel).

Quatro eclipses lunares totais a ter lugar exatamente nos primeiros dias das Festas bíblicas da Páscoa e dos Tabernáculos, em dois anos seguidos, é algo de espantoso - certamente muito mais do que uma mera coincidência!

Mas se juntarmos a isso os dois dias em que irão ocorrer 2 eclipses totais do sol nos dias exatos em que se inicia o calendário judaico (20 de Março de 2014 = 1º dia do mês de Nisan, 2 semanas antes da Páscoa, e em 13 de Setembro de 2015 = 1º dia do Novo Ano judaico, 1º do mês de Tishri) podemos perceber que algo poderá estar para acontecer, e que Deus mais uma vez está a revelar isso aos entendidos através de "sinais no firmamento"! "Nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão" (Daniel 12:10).

RECONQUISTA DE JERUSALÉM

Este fenômeno aconteceu pela última vez em 1949, ano seguinte à implantação do moderno estado de Israel, em cumprimento da profecia de Ezequiel 37, e em 1967/8, ano em que Israel reconquistou a Cidade de Jerusalém, cumprindo a profecia do Messias em Lucas 21:24!

Apesar do cepticismo de alguns "teólogos" que grassam por aí, a verdade é que o profeta Daniel, referindo-se a estes "tempos do fim", foi bem explícito: "...nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão." - Daniel 12:10.

ECLIPSE TOTAL DO SOL EM MARÇO DE 2014 E SETEMBRO DE 2015, COINCIDINDO TAMBÉM COM AS FESTAS NO CALENDÁRIO JUDAICO

Não só as 4 tetrads em 2014 e 2015 causam inquietação, como também um eclipse total do sol em Março de 2015, a meio das 4 luas vermelhas deve querer indicar algo de muito significativo, especialmente para o povo de Israel.

Sem querermos especular, devemos no entanto lembrar que a vinda do Messias Jesus dar-se-à após um eclipse total do sol, provocando a vermelhidão na lua.

Sendo assim, poderemos antever que estas próximas tetrads anunciam algo de inicialmente mau para Israel e seu povo, seguindo-se uma retumbante vitória ? Talvez...só Deus sabe, mas atendendo ao facto de Deus ter colocado os astros no firmamento como "sinais", e pela comprovação histórica, podemos prever que algo de importante e preocupante possa vir a acontecer a Israel. E as condições escaldantes da região alimentam ainda mais esses receios...


ISRAEL: UM "SINAL" PARA AS NAÇÕES

A Bíblia afirma que Israel foi escolhido por Deus para ser uma"luz" para as nações. Luz significa revelação, orientação e entendimento. A própria existência e sobrevivência do povo de Israel é o grande"sinal" de Deus, à volta do qual gira toda a História mundial. A bênção e a maldição das nações e dos povos - e até a nível individual - tem a ver com a forma como se trata Israel e o povo judeu - Génesis 12:3.


A "coincidência" destes sinais astronômicos vistos nos céus com grandes momentos da História de Israel é revelador de que estes próximos sinais a observar em 2014 e 2015 poderão estar a anunciar aos "sábios" aquilo que está para acontecer em breve a este mundo: a vinda do Messias em poder e glória e a implantação do Seu Reino literal na Cidade santa de Jerusalém, novamente o centro do mundo!

fonte: http://shalom-israel-shalom.blogspot.com.br/2013/11/as-tetrads-de-2014-e-2015-os-judeus-e.html

Uma História de Amor.

Uma passagem marcante que temos no Evangelho escrito por Lucas, no capitulo 10, sobre a indagação de "Um certo doutor da Lei" j...