sábado, 13 de julho de 2013

Assembleia de Deus Aribiri

Confraternização dos Dirigentes de Congregação

Com a presença de todos os dirigentes do campo ministerial da Igreja Assembleia de Deus do Aribiri na manhã do dia
13/06/2013 tivemos a grata satisfação de nos confraternizarmos e estreitarmos os laços que nos une em prol da Obra do Senhor.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

VENCENDO AS ESTRATERGIAS DO INIMIGO.

 

Texto: Ne 4.1-6

E sucedeu que, ouvindo Sambalate que edificávamos o muro, ardeu em ira, e se indignou muito; e escarneceu dos judeus. E falou na presença de seus irmãos, e do exército de Samaria, e disse: Que fazem estes fracos judeus? Permitir-se-lhes-á isto? Sacrificarão? Acabá-lo-ão num só dia? Vivificarão dos montões do pó as pedras que foram queimadas? E estava com ele Tobias, o amonita, e disse: Ainda que edifiquem, contudo, vindo uma raposa, derrubará facilmente o seu muro de pedra. Ouve, ó nosso Deus, que somos tão desprezados, e torna o seu opróbrio sobre a sua cabeça, e dá-los por presa, na terra do cativeiro. E não cubras a sua iniqüidade, e não se risque de diante de ti o seu pecado, pois que te irritaram na presença dos edificadores. Porém edificamos o muro, e todo o muro se fechou até sua metade; porque o coração do povo se inclinava a trabalhar”.

INTRODUÇÃO:

1 – Tanto na vida secular como no trabalho do Senhor às vezes as coisas podem sair erradas, por motivos internos ou externos, às vezes somos insuficientes para a tarefa e falhamos em planejar como deveríamos ou surgem forças externas que não podemos controlar.

2 – Neemias, do ponto de vista interno ele fez tudo o que se podia esperar dele, já do ponto de vista externo a oposição surgiu de uma situação que ele não podia controlar.

3 – No capitulo 4 temos a oposição de fora contra a obra de restauração dos muros, os opositores se enfureceram e como Jerusalém encontrava-se cercada pelos seus opositores unidos e a cercando Sambalate (Norte), Tobias (Leste), os Arábios (Sul) os amonitas e os Asdoditas.

4 – Neemias mantia-se informado do que se passava em Samária e soube da fúria de seus opositores e do que eles intentavam realizar. Havia uma preocupação: “Uma Jerusalém poderosa significa uma Samaria deprimida”. Eles se utilizaram de varias armas, mas para cada arma utilizada devemos utilizarmos de um antídoto, uma resistência ao nosso beneficio.

EMENTA: Para vencer precisamos lutar. Como lutar contra forças tão poderosas?

I – A FURIA IMPLACAVEL DO INIMIGO -

1 – Iniciou com o escárnio. “Que fazem estes fracos Judeus?”

Tentou diminuir os Judeus.  O inimigo vai tentar de todas as formas e diminuir a sua intenção, o seu projeto, escarnecer é tratar você com desdém, desta forma tentará ele colocar primeiramente em você o descredito.  colocando duvida em se realmente temos condições de realizar os projetos que desejamos para a nossa vida, ele tentou supor aos judeus que a obra deles era sem importância pois eles eram sem importantes.

2 – Falaram mal dos judeus. “Restaurarão eles mesmos a cidade?”

Tenta mostrar que os judeus são egoístas e tinham segundas intenções. Ainda buscando o escárnio contra a vida dos judeus, eles insinuaram que a obra de reconstrução dos muros tinham uma outra intenção, queriam eram separar-se e não ficar mais no jugo do Rei Artaxexes.  O inimigo ele utiliza-se de vários instrumentos até pessoas próximas para tentarem insinuar que não conseguirá ficar de pé, caso um ente querido busca no Senhor a sua restauração, ou até mesmo uma pessoa que oramos pela sua salvação, logo consegue encontrar-se com o Senhor jesus Cristo, logo aparecerão aqueles que duvidarão de sua conversão e que isto é tudo fogo na palha, logo se acabará e voltará o que era antes.

3 – Menosprezaram os Judeus. “Ainda que edifiquem, vindo uma raposa, derribará o seu muro de pedra.” - Eles foram até Jerusalém e observaram os Judeus em seu trabalho, e criam uma atmosfera de duvida e que nada vai dar certo e é em vão o vosso esforço, criando o desanimo.

4 – Desanimo é logo contagiado – e ele aparece quando estamos na metade do projeto o que causa:

4.1: Fadiga“Os Trabalhadores já não tem mais forças”. Um corpo cansado causa um espírito esgotado e desalento. DEVEMOS DESCANSAR PARA EVITAR A IMOBILIZAÇÃO DO PROJETO.

4.2: Frustração: - “E ainda há muito entulho” não devemos olhar para os entulhos, devemos olhar para frente.

4.3: Fracasso: - “por nós mesmos não conseguiremos reconstruir o muro”. Quando você está esgotado tudo parece impossível.

4.4 – Temor: “Eu, nossos inimigos diziam: ‘ antes que descubram qualquer coisa ou nos vejam, estaremos bem ali no meio deles, vamos matá-los”. Eles nos induz ao medo.

II – O QUE SE DEVE FAZER

1 – Confie no Senhor. Neemias orou, não respondeu a afronta.  Não devemos responder as afrontas sofridas e sim mantermos o silencio pois não devemos degladia-los, pois a nossa luta não é contra carne e sangue e sim contra as potestades que se encontram nos ares.

“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e suplicas com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus”. Fp 4.6,7.

1 – O deternismo e a Teologia Positiva são heresias que devemos combater, o crente terá problemas e dificuldades mesmo tendo o Senhor no centro de sua vontade, o que fará a diferença é a comunhão com Ele.

2 - Não subestime seus opositores. “Mas nós oramos ao nosso Deus e colocamos guardas de dia e de noite para proteger-nos dele”. Neemias conhecia seus inimigos, de modo que colocou guardas (Vigilância 24 horas). Temos que ter vigilância em todo o momento de nossa vida, em casa, no trabalho, na rua enfim em todos os momentos, não podemos vacilar.

Jesus disse: Vigiai e orai – Vigiar é a parte humana. Orar é a parte divina.

3 – Reforce os pontos fracos – “Por isso, posicionei alguns do povo atrás dos pontos mias baixos do muro, nos lugares abertos, divididos por famílias, armados de espadas, lanças e Arcos”. (Ne 4.16-20)

3.1 – Vocês deve saber onde é o seu ponto mais fraco – os que são mais vulneráveis e reforçam estes lugares.

3.2 – Havia comunicação interna e uma motivação para ajudar-se mutuamente os quando ajudava o seu irmão estava ajudando a si mesmo.

3.3 – Havia 03 alternativas:

- Abandonar tudo;

- Deixar de levantar o muro e ir lutar;

- Edificar os muros e armar-se para a defesa.

4 – Reafirmar o poder do Senhor. “Fiz uma rápida inspeção e imediatamente disse aos nobres, aos oficiais e ao restante do povo: Não tenham medo deles. Lembrem-se de que o Senhor é grande e temível, e lutem por seus irmãos, por seus filhos e por suas filhas, por suas mulheres e por suas casas”. (Ne 4.14)

Satanás deseja que você fixe o seu olhar no problema, se ele conseguir isto ele certamente ganhará a batalha. Você deve focar em DEUS.

5 – Não desista de seu labor. Siga em frente. A perseverança é a prova máxima da liderança. Nunca se dê por vencido.

Uma História de Amor.

Uma passagem marcante que temos no Evangelho escrito por Lucas, no capitulo 10, sobre a indagação de "Um certo doutor da Lei" j...